Região Metropolitana da Baixada Santista (SP)

Taxa de Crescimento Anual por Municípios


NOTA

A Região Metropolitana da Baixada Santista, uma das três existentes no estado de São Paulo, cresceu de 1991 a 2000 numa taxa de 2,14% ao ano. A cidade-sede desta RM, Santos, repete o desempenho das demais sedes e capitais, ficando com decréscimo populacional (-0,29%), devido também ao seu desmembramento, que criou a cidade de Bertioga. As demais cidades, na mão inversa, apresentam taxa bem altas, destacando-se Mongaguá (7,04%), Peruíbe (5,14%), Praia Grande (5,12%) e Itanhaém (5,04%). As demais seguem com taxas acima da média nacional.